5 métricas que provam o valor do Inbound Marketing

Neste post, trago para vocês cinco métricas que após você iniciar sua estratégia de Inbound Marketing, nunca mais serão as mesmas, ou seja, os valores que você tem hoje vão parecer uma piada de mal gosto perto daqueles que você terá atingido, entre 7 meses e 1 ano, após iniciar um processo de marketing de atração.

No início do processo você estará mais envolvido com coisas como:

  1. Realização de testes A / B
  2. Determinar quais canais sociais funcionam melhor para você
  3. Descobrir o melhor e mais relevante conteúdo para postar

Enquanto você está otimizando todas estas diferentes variáveis da sua presença online, os números que cito abaixo podem não parecer tão bons como (certamente) é esperado.

Seja paciente! Tenha em mente que o ROI (retorno sobre o investimento) irá melhorar na medida que seu trabalho de Inbound ganhar musculatura. Vamos as nossas métricas:

1. Geração de Leads

Para falar de geração de Leads, prefiro começar definido o que é um Lead, e a definição da Investopedia vem bem a calhar:

“Lead é o potencial cliente (indivíduo ou empresa) de um produto ou serviço que mostra interesse e fornece suas informações de contato. ”

Em outras palavras, o Lead não é (apenas) a pessoa com interesse de compra imediato, mas todos que tem interesse em seu produto e lhe forneceu informações para contato. Parafraseando Rudi Ribeiro, (em um webinar sobre ROI em Estratégias Digitais), nossa cultura brasileira é muito imediatista, o que em algum momento pode levar a dispensar estes leads.

grafico-estagios-do-funil

Aceitando este conceito do Lead, o principal motivo que o Inbound Marketing impacta muito na geração de leads, é o fato de entender o cliente e entregar ofertas de conteúdo para aquele que tem interesse, mas talvez só vá comprar daqui 1 ano, e com isso multiplicar em 8 vezes sua geração de leads. Claro que a efetividade deste processo está intimamente ligada a uma estratégia de nutrição “educação” do lead.

2. Vendas geradas a partir de Inbound Marketing

yyyyAs métricas como likes, views e coments são as mais fáceis de serem medidas e comparadas com seus concorrentes, mas elas de verdade dizem muito pouco (como já escrevi em Os 4 maiores erros de marketing digital cometidos no Brasil).

Vale lembrar que Inbound Marketing começa a apresentar resultados no médio prazo, portanto, você deve alinhar a expectativa, principalmente com o CEO. Uma boa dica, é aguardar a partir do 1 e ½ ciclo de venda, e então, medir a receita por canal, ou seja:

Se seu ciclo médio de vendas é de 2 meses, aguarde 3 meses e aplique a seguinte formula:

Vendas por canal (orgânica, paga, direta, e-mail, referenciado) ÷ Visitas por canal.

Certamente em poucos meses já terá uma visão do impacto direto da estratégia, bem como sua tendência no tempo.

3. Returning Visitors (Visitantes recorrentes)

Diferente dos outros exemplos, esta não é uma métrica de resultado, mas prefiro encará-lo como uma bússola, pois o visitante que retorna em seu site, mostra o quão valioso está sendo a sua estratégia de conteúdo para ele.

Acompanhar esta métrica, pode ajudar você a saber o quanto está criando:

  • Envolvimento mais profundo
  • Relacionamentos mais fortes
  • Interesse em seu produto ou serviço

Além disso, visitantes que retornam ao seu site tem maior probabilidade de se tornarem leads (se já não forem).

4. Tempo médio no site

Comparei tempos em um post sobre Narcisismo Digital, que trata sobre sites que só falam de si mesmo, como um chato em uma festa, mas existem outras formas de seu conteúdo se tornar este ”chato”. Para saber o quanto interessante somos, podemos (ou melhor devemos) medir quanto tempo as pessoas falam comigo, ou melhor, quanto tempo eles gastam em nosso site.

Está é outra métrica de bússola e não de resultado, com ela podemos mensurar o quanto as pessoas estão se engajando com seu conteúdo. Ah, tem detalhe importante: esta também é uma das métricas que o Google usa para determinar o Page Rank

5. Taxa de conversão de visitantes em Leads

Se você ainda não usa estratégias de Inbound Marketing, esta métrica provavelmente é um número com muitas casas decimais. Agora se você já é um adepto do Inbound, é justo imaginar que, se o tráfego do seu site está aumentando, e você incluiu estrategicamente inúmeras call-to-action (CTA), consequentemente a sua geração de leads irá aumentar.

Esta taxa é medida de um forma muito simples:

Quantidade total de visitantes (global ou por página) ÷ Visitas

OBS: Eu gosto de fazer uma variação nos meus conteúdos de alto de funil (aqueles que focam em capturar leads para vendas ainda latentes)  no lugar de usar Visitas Totais substituo pela número de Usuários, ou seja, a quantidade de dispositivos (PC, mobile, tablet, …) que acessaram o site.

Quer saber mais sobre métricas úteis e relevantes para identificar o seu público-alvo, o comportamento dos usuários e seus interesses? Baixe o nosso Guia Definitivo Google Analytics e aprimore a gestão online dos seus negócios.

Sem comentários

Deixe seu comentário

Quer saber se sua empresa tem maturidade digital para competir?

SOLICITE SUA AVALIAÇÃO AGORA!