Um projeto de SEO (Search Engine Optimization) não acaba em seu planejamento é preciso um acompanhamento constante da estratégia . O PageRank do Google está em constante mudança, e é preciso estar atento a elas, afinal, o que hoje é uma boa prática pode ser irrelevante amanhã. Adequar o site às práticas recomendadas pelo Google, pode impactar diretamente nos seus Indicadores de Desempenho em Processos (KPIs).

Mas, afinal de contas, quais são as boas práticas que irão conferir a autoridade de seu site perante ao algoritmo do Google? A resposta é: vários. Sabemos que as boas práticas necessárias para a conquista da autoridade de página almejada nas ferramentas de busca são um desafio constante para as empresas. Por isso, neste post iremos falar sobre os principais fatores que condicionam a autoridade de sua página no PageRank do Google.

E no final prometemos uma surpresa que irá turbinar seu posicionamento, não deixe de ler tudo!

Saiba administrar seus Backlinks

 

Os links são o cerne da autoridade de seu site no PageRank do Google. São eles que definem o prestígio de seu site perante o algoritmo do Google, para se ter uma ideia.

Utilize backlinks pensando em seu leitor, em como um ponto específico de conhecimento pode ser expandido através dos links internos e externos de seu post. Aqui vale o bom senso. Use links internos apenas quando forem compatíveis com o conteúdo a ser publicado. Por isso, não exagere na inserção de referências, o que torna o material desagradável visualmente e atrapalha a fluidez da leitura.

“Converse” com outros canais, isso não só conferirá mais credibilidade para seu conteúdo como também irá incentivar o estabelecimento de boas relações com sites prestigiados, aumentando sua reputação perante ao Google e aos leitores.

Mas atenção! Não associe seu conteúdo a sites de má fama. Saiba com quem se relacionar, aqui vale a máxima do “diga-me com quem andas que te direi quem és”. 

Atenção às palavras-chave

 

Em uma estratégia de SEO, a utilização correta de boas palavras-chave e termos de buscas é quem irá definir se sua página será encontrada nos diferentes mecanismos de busca ou se ficará atrás de competidores mais fortes.

Lembre-se que você está competindo com páginas de grande autoridade perante o PageRank do Google, portanto, palavras-chave óbvias e abrangentes, como “celular”, por exemplo, não são exatamente uma boa ideia para um blog relativamente jovem.

Ao invés disso, aposte em estratégias de cauda-longa, ou seja, procure peculiaridades que delimitem suas palavras-chave a uma busca específica, por exemplo: “celular Samsung mini para adolescentes”.

Capriche no conteúdo

 

Sim, isto é essencial para a efetividade de sua estratégia: o marketing de conteúdo! Ora, de nada adianta um bom SEO que garante visibilidade se seu conteúdo em si é ruim. Uma página sem conteúdo é uma página sem autoridade!

Aqui é importante botar a mão na massa, estabeleça um plano de conteúdo que vá tirar as principais dúvidas do seu público e escreva conteúdos originais e ricos (jamais copie de outros sem o devido crédito!). Desnecessário dizer que um bom português é essencial aqui.

Não se esqueça de criar personas, espécies de projeções das pessoas a quem você quer entregar o conteúdo.

Você verá que palavras-chave e backlinks surgem praticamente ao natural quando estamos tratando de um tema planejado de acordo com as necessidades do público.

É claro que neste post tratamos apenas da ponta do iceberg. A criação de um site de autoridade em relação ao PageRank do Google depende de uma série de outros fatores. Para conhece-los de forma integral, acesse nosso conteúdo especial clicando abaixo!