Para começar este artigo creio que vale conceituar o que é Churn. Cito também, o ótimo texto que o Renato Mesquita fez para o site Saia do Lugar:
“A palavra Churn é um verbo da língua Inglesa que significa agitar, girar, movimentar. No mundo dos negócios o Churn Rate (taxa de cancelamento) representa a quantidade de pessoas (clientes e funcionários) ou coisas (produtos, serviços, etc) que deixam o negócio após um determinado período. É um dos fatores fundamentais para se medir o tempo de permanência dos consumidores em uma empresa. O método pode ser empregado em diversos contextos, porém é mais adequadamente aplicado em negócios que possuem uma base de clientes por assinatura. Empresas que oferecem serviços de telefonia fixa e móvel, TV por assinatura e soluções em plataformas SaaS online devem utilizar o Churn para acompanhar a evolução ou retração do negócio. ”
Em outras palavras, Churn é a taxa de abandono dos clientes em um modelo de compras recorrente, como citado acima.

Como o Marketing Preditivo pode ajudar com o Churn?

É possível utilizar a mesma técnica de criação de um modelo de machine learning que permite pontuar a chance de conversão dos leads – como discutimos no sobre Pontuação preditiva lead, porém focada em outras variáveis. Assim avaliamos todos clientes de uma base, bem como aqueles que já saíram, enriquecemos estas duas amostragens a partir de dados externos, encontramos a fim de relacionar as variáveis comportamentais e situacionais que influenciam no abandono, e com isso pontuamos quais tem maior chance de churn. Esse modelo pode ser retroalimentado constantemente, inclusive com dados sobre ações de retenção, criando um sistema de melhoria continua que identifica riscos, mapeia atuações, mede qual deu mais resultado e então indica riscos já sugerindo ações. Quer bater um papo com conosco para entender como as técnicas preditivas podem incrementar seu negócio? Solicite 30 minutos de consultoria gratuita…