Evento traz novidades sobre IBM Watson Marketing que agora é Acoustic.

Evento em NY traz novidades sobre IBM Watson Marketing que agora é Acoustic.

Por: Juliano Araujo

Evento de lançamento oficial da marca Acoustic para clientes e imprensa ocorreu em NY no dia 03/10/2019 e foi aberto pelo CEO da Acoustic, Mark Simpson.

Mark mencionou que a Acoustic tem ambição de ser a melhor tecnologia para uso pelos times de Marketing nas empresas globalmente, e para isso estão com uma política agressiva de investimentos em melhorias na plataforma atual e nos processos para suportar os clientes. São previstos US$ 150 milhões em investimento nos próximos anos apenas na plataforma Acoustic para torna-la mais simples de usar e ao mesmo tempo uma poderosa ferramenta para trabalhar os dados com auxílio de Inteligência Artificial, tornando-se uma grande aliada para áreas de marketing.

O evento seguiu com alguns convidados para contribuírem com sua visão sobre os desafios de relacionamento entre as marcas e seus clientes. Megan Burns, da Experience Enterprises, subiu ao palco para compartilhar sua visão sobre como empatia é um ponto central para quem trabalha com experiência de clientes. Na visão dela o nosso cérebro ainda está se adaptando para lidar com a enorme quantidade de informação a que somos expostos diariamente, e como temos novas mensagens e novos sinais com frequência a nossa mente tem dificuldade para praticar empatia e efetivamente entender o que outras pessoas querem nos dizer, entender o ponto de vista de cada um. Na visão dela, trabalhar nossa mente nos ajuda a termos mais empatia e consequentemente prevermos experiências sob o ponto de vista de outras pessoas. Algumas dicas são reduzir o nível de estresse do nosso dia a dia (stress kills empathy) reservando tempo para fazermos aquilo que gostamos, e igualmente importante praticar empatia no dia a dia, com maior escuta e tentando sempre se colocar nos pés de outras pessoas.

Em seguida o Vice Presidente Analysta da Forrester, Joe Stanhope subiu ao palco para falar um pouco sobre como as empresas sofrem para usar tecnologias que atendam seus clientes de forma satisfatória. De acordo com uma pesquisa da Forrester, enquanto praticamente todas as empresas (89%) dizem utilizar comunicações e estratégias de personalização com seus clientes, apenas 5% dos clientes entrevistados têm essa mesma percepção. Ou seja, existe um abismo entre o que as marcas acham que estão fazendo e aquilo que é efetivamente percebido por seus clientes. E na visão dele isso só tende a dificultar, basta imaginar as novas gerações de crianças e adolescentes, que têm uma forma totalmente nova de lidar com o mundo – hiperconectado, repleto de assistentes virtuais, com tudo à mão e rápido – e quando essas novas gerações entraram para a economia ativa, gastando seu próprio dinheiro com produtos e serviços que eles valorizam. Joe ainda defende que tudo isso não é um problema de falta de tecnologia, pelo contrário. Hoje temos muito mais tecnologias para ajudar marcas a se relacionarem com seus clientes, porém muitas tecnologias fazem um pouco de tudo ou nada direito, e acabam por não resolver problemas básicos como integração de dados. Joe diz que quando precisamos trabalhar tecnologias com marcas, é importante criar uma matriz muito clara de quais pontos estamos endereçando em um primeiro momento (prioridades) e qual o roadmap que precisa ser executado em conjunto para que a maturidade da empresa vá evoluindo junto com a adoção de novas ferramentas complementares, sempre com foco em atender o cliente (é o centro).

Por fim, o time de produto da Acoustic fez uma apresentação de melhorias esperadas para a plataforma em curto e médio prazo. Basicamente toda arquitetura em desenvolvimento está focada em três pontos:

  • Inteligência Artificial com Proposito: Usar IA para realmente ajudar o usuário a entender insights e auxiliar a usar esse dado para gerar benefício para sua operação e seu cliente final.
  • Plataforma Moderna: Redesenho da arquitetura para que fique mais leve e moderna e preparada para trabalhar altos volumes de dados com agilidade e escalabilidade para qualquer cliente
  • Ecossistema Aberto: Facilidade para conectar e trocar dados com qualquer outra ferramenta existente nas empresas, simplificando a implementação e colocando a Acoustic no centro da operação de plataformas nos clientes

Com isso os clientes deverão ter uma experiência mais fluida de uso das ferramentas Acoustic e uma plataforma moderna e conectada para responder ao crescimento dos negócios.

A Acoustic está em um bom momento de investimento por ser um nome relativamente novo no mercado, apesar de ter adquirido ótimos produtos da IBM Watson Marketing. Com foco em ter produto de ponta para conquistar o mercado, os clientes da Acoustic só têm a ganhar com melhorias e uma empresa disposta a colaborar com seu sucesso.

Sem comentários

Deixe seu comentário

Quer saber se sua empresa tem maturidade digital para competir?

SOLICITE SUA AVALIAÇÃO AGORA!