CRO Conversion Rate Optimization melhora a conversão do seu site

Sobrou budget de marketing e não sabe o que fazer com ele? Não desconfie do seu mix de mídia, a solução para resultados rápidos está lá

Tão comum como a correria das compras de Natal de última hora (e esperamos que você esteja comprando em lojas online por conta da pandemia) é a cobrança por resultados que os times de marketing sofrem no final do ano. É geralmente nesta época natalina também, que os gerentes de marketing percebem que sobrou budget do seu tão planejado orçamento do ano (a gente sabe como são os imprevistos ao longo do ano). E se você é um destes gerentes, ou trabalha para um deles, sabe que geralmente uma opção lógica seria olhar para o plano de atribuição de mídia para ver de maneira mais fácil qual das mídias teve maior ROI ou ROAS e esta poderia ser sua grande aposta. O grande problema é que os gerentes não confiam nos seus modelos de atribuição e algumas vezes com razão. Mas muita calma nesta hora! Se você também não confia no seu media mix é porque, talvez, não tenha um modelo de atribuição funcional que aponte com precisão a mídia mais eficiente. Mas nós achamos que existe grande chance de você achar onde investir o dinheiro que tem em mãos olhando para o seu mix.

First things first

Se você desconfia do seu mix de mídia e do que diz seu modelo de atribuição de marketing, retroceda um pouco (na verdade, bastante). Desde o começo é importante que você tenha desenhado seu modelo de acordo com sua performance e impacto em resultados. A Matriz de Impacto (Impact Matrix) ajuda você a definir desde a concepção em um projeto de analytics quais indicadores mapear, para quem reportar e outros processo ágeis. A imagem abaixo mostra bastante o quanto ela é importante.

Os modelos de atribuição são adequados?

É fácil desconfiar dos dados de um mix de mídia se o modelo de atribuição está equivocado. Veja bem, se você usa apenas last click para mensurar a efetividade de uma mídia, será injusto e fará uma leitura errada, pois ela pode ser uma ótima mídia de entrada e ter um grande peso na conversão total. A desconfiança vem especialmente quando fazemos leituras rasas ou usamos modelos básicos de atribuição de mídia para estruturas complexas, com jornada de compra mais ampla e maior número de touchs até a conversão

Se não encontrou respostas pode estar fazendo as perguntas erradas

Descobrir a mídia que mais impacta na jornada de compra do seu consumidor pode não ser uma tarefa muito fácil mesmo quando tudo parece certo. Mas às vezes não encontramos a resposta que faça sentido porque estamos fazendo as perguntas erradas para entender os impactos das suas ações nas diferentes mídias sociais e saiba qual é o modelo de atribuição que se encaixa perfeitamente no seu produto. Algumas perguntas que impactam no seu planejamento de marketing e podem ajudar.

  • Quanto das ações de marketing digital impactam no resultado das minhas vendas?
  • Qual é o custo de aquisição de cada cliente (CAC)?
  • Como saber qual mídia funciona melhor para o meu negócio?
  • Como avaliar as metas da minha estratégia de marketing digital?
  • Como saber se o modelo de atribuição utilizado é eficiente?

Entenda exatamente o ROI de cada mídia

Quando tocamos neste assunto, a gente sempre gosta de provocar com a seguinte pergunta: Você saberia dizer com segurança qual das mídias poderia ser desligada sem impactar toda a cadeia do seu pano de mídia? É uma decisão que, se baseada em um modelo de atribuição funcional, pode ser simples. Para entender exatamente o ROI de cada mídia e saber responder esta pergunta com segurança, indicamos a leitura do nosso post onde trouxemos um case real que a Math Marketing atuou em uma das maiores fintechs do Brasil. Leia aqui o post sobre como ajudamos a otimizar o modelo de atribuição da fintech.

Não saiba apenas o conceito, mas entenda o que é omnichannel

Por mais que muito gerentes de marketing conheçam esta palavra na ponta da língua, muitos não entendem por completo seu real significado. Já ouvimos gafes como “vamos atender omnicanalidade, apenas pelo WhatsApp”. Omni é latim para “todos” ou “todo lugar” em adaptação livre. As palavras onisciente e onipresente derivam deste prefixo. Já dá para ter uma noção do que se trata o omnichannel, correto? Nossa atenção é muito valiosa para as mídias digitais, então, quando finalmente algum anúncio nos alcança, podemos rapidamente perder o foco, clicar em outro link e esquecermos do produto que estávamos vendo. Para ajudar neste cenário, o omnichannel integra todos os seus canais de venda em uma única experiência para que, mesmo que você perca o foco, encontre o produto novamente em outro momento da sua jornada de compra. E ter um modelo que consiga mensurar o peso de cada mídia deste modelo tão amplo é essencial para tomar decisões corretas e, especialmente, potencializar lucro a níveis inimagináveis.



Feedback