Timing é tudo em nutrição de leads

O timing é aquele momento perfeito para se tomar a atitude certa, seja em uma paquera, uma piada, um sarcasmo bem colocado e, claro, no mundo dos negócios. E no Inbound não é diferente, especialmente porque já vimos que ele é o marketing que se aproveita das oportunidades de maneira inteligente. Entre estas oportunidades, se encaixa o programa de nutrição de leads, que geralmente é automatizado, e ele também precisa ser ajustado de forma que tenha um timing perfeito, seja para evitar que o usuário se afaste por contatos demais; seja para que ele não se sinta abandonado e perca o interesse por contatos de menos. Programas de nutrição são propositadamente construídos para amarrarem as ações de marketing e vendas em uma única campanha. Ao aplicar o timing para nutrir leads, temos de quebrar a mecânica dos programas de nutrição em etapas facilmente discerníveis. A seguir, vamos ver 4 regras de ouro para otimizar o processo de nutrição.

4 regras de ouro para acertar o timing perfeito no seu programa de nutrição de leads

[vc_separator type=’transparent’ position=’center’ color=” thickness=’10px’ up=” down=”]

1) Entrada de programa

O porquê e quando um indivíduo entra em um programa de criação é o primeiro ponto que você tem de acertar. Se você está construindo um programa de valor no registro de contato, ou um preenchimento de formulário, você tem que primeiro estabelecer o timing certo do primeiro e-mail e a cadência de comunicações que vão seguir. Tome o preenchimento de formulário, por exemplo. O seu programa dispara um e-mail no momento que alguém preenche um formulário? Se assim for, o que acontece se alguém preenche o formulário em um dispositivo móvel durante a noite? O horário pode não ser muito bom e seria melhor gastar este “cartucho” em outro momento mais ideal.

2) Frequência de e-mails

Como é a cadência / frequência de e-mails enviados pelo programa? Uma regra de ouro é limitar a não mais do que um ou dois por semana ou você pode saturar o usuário fazendo com que ele perca o interesse rapidamente.

3) Rotina de vendas

Um bom programa de nutrição pode desencadear alertas, tarefas, até mesmo oportunidades em seu sistema de vendas (CRM). Descobrir o momento certo para disparar um alerta e engajar as vendas é fundamental. Cedo demais você pode acabar afastando alguém. Tarde demais e eles podem acabar optando por um concorrente. Teste seus programas, mas outra regra de ouro é de três contatos antes de contratar vendas. Em suma, se alguém interage com três mensagens originais ou peças de conteúdo, é provavelmente um bom momento para a área de vendas fazer uma chamada de alcance.

4) Duração do programa

Quanto tempo deve durar um programa de nutrição? Infelizmente não existe uma resposta 100% correta. Vai depender muito da duração do ciclo de compra do cliente. Mas uma boa regra para utilizar, é fazer um programa de nutrição de um terço da duração do seu ciclo de vendas. Se o seu ciclo de vendas é de três meses, por exemplo, faça um programa de 30 dias. Como podemos ver a partir dos itens acima mencionados, o timing, em vários formatos, é um componente fundamental para uma boa concepção do programa nutrição.


Feedback